Caixa de dicas

Para navegar na "Escola Filosófica" escolha um assunto na barra lateral direita e acesse os conteúdos presentes. No caso de atuais alunos, os trabalhos requeridos em sala de aula estarão contidos em "exercícios" - vocês encontrarão possíveis dicas em matérias.

A "Escola Filosófica" está ON novamente!!

O mito nos dias atuais


"A nova forma de compreensão do mundo naturaliza o pensamento e a ação (isto é, retira dele o caráter de sobrenaturalidade ), fazendo surgir a filosofia, a ciência e a técnica. Perguntamos então : o desenvolvimento do pensamento reflexivo deveria decretar a morte da consciência mítica?

Quando Augusto Comte, filósofo francês do século XIX e fundador do positivismo, explica a evolução da humanidade com a teoria dos três estados, define a maturidade do espírito
humano pelo abandono de todas as formas míticas e religiosas. Com isso privilegia o fato positivo, ou seja, o fato objetivo, que pode ser medido e controlado pela experimentação.

Essa posição opõe radicalmente o mito à razão, ao mesmo tempo que inferioriza o mito como tentativa fracassada de explicação da realidade. Ao criticar o mito, o positivismo se mostra reducionista, empobrecendo as possibilidades de abordagens do mundo abertas ao homem. A ciência é necessária, mas não é a única interpretação válida do real, nem é suficiente: quando exaltada (a ciência), faz nascer o mito do cientificismo: a crença na ciência como única forma de saber possível..."
Vamos lançar dois exemplos:
  • As personalidades que os meios de comunicação se incumbem de transformar em imagens exemplares: como artistas, políticos, esportistas, e que, no imaginário das pessoas, representam todos os tipos de anseios: sucesso, poder, liderança, sexualidade etc. - lembrem do "rei Pelé", quando em entrevista disse algo como: sou Edson Arantes, embora achem que sou o mito Pelé - ele, perfeito, eu, imperfeito.
  • Nas histórias em quadrinhos: Superman, X-men, etc... todas criaturas que vão além do homem, mostrando-lhe quão limitado é e conferindo-lhe, sobretudo, significado.

36 comentários:

  1. d+ gostei pena que ñ tem como copiar esta merda...

    ResponderExcluir
  2. vê se faz ulguma coisa util...

    ResponderExcluir
  3. dá pra comentar sim imbecil, presta atenção antes de falar merda seu FDP.

    ResponderExcluir
  4. O mito nos dias atuais


    "A nova forma de compreensão do mundo naturaliza o pensamento e a ação (isto é, retira dele o caráter de sobrenaturalidade ), fazendo surgir a filosofia, a ciência e a técnica. Perguntamos então : o desenvolvimento do pensamento reflexivo deveria decretar a morte da consciência mítica?

    Quando Augusto Comte, filósofo francês do século XIX e fundador do positivismo, explica a evolução da humanidade com a teoria dos três estados, define a maturidade do espírito
    humano pelo abandono de todas as formas míticas e religiosas. Com isso privilegia o fato positivo, ou seja, o fato objetivo, que pode ser medido e controlado pela experimentação.

    Essa posição opõe radicalmente o mito à razão, ao mesmo tempo que inferioriza o mito como tentativa fracassada de explicação da realidade. Ao criticar o mito, o positivismo se mostra reducionista, empobrecendo as possibilidades de abordagens do mundo abertas ao homem. A ciência é necessária, mas não é a única interpretação válida do real, nem é suficiente: quando exaltada (a ciência), faz nascer o mito do cientificismo: a crença na ciência como única forma de saber possível..."

    Maria Lúcia de Arruda Aranha, Filosofando - Introdução À Filosofia


    Vamos lançar dois exemplos:

    As personalidades que os meios de comunicação se incumbem de transformar em imagens exemplares: como artistas, políticos, esportistas, e que, no imaginário das pessoas, representam todos os tipos de anseios: sucesso, poder, liderança, sexualidade etc. - lembrem do "rei Pelé", quando em entrevista disse algo como: sou Edson Arantes, embora achem que sou o mito Pelé - ele, perfeito, eu, imperfeito.

    Nas histórias em quadrinhos: Superman, X-men, etc... todas criaturas que vão além do homem, mostrando-lhe quão limitado é e conferindo-lhe, sobretudo, significado.

    ResponderExcluir
  5. muito bom e tem como copiar sim...dããã

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. gostei muito da pesquisa, parabens vc é um ótimo pesquisador!

    ResponderExcluir
  8. é, garantiu meu ponto em filosofia.
    valeu (:

    ResponderExcluir
  9. vcs nao sabem nem pesqisar.
    e fikam falandu merda.
    bjus=)

    ResponderExcluir
  10. eu ameiiiiiiiiiiii,show de bola

    ResponderExcluir
  11. Resta uma pergunta? o que é melhor para o homem acreditar ou não nessa ou naquela forma de explicação? Qual delas é capaz de aprisionar o homem na caverna? Qual delas é responsável por libertar o homem? como posso defini por uma ou por outra? o que devo fazer quando para onde me viro vije alguém defender esse ou aqule modo de explicação e compreesão do mundo como mais adequado? Como me posicionar diante de dois ponto que a todo momento existe influencias me conduzindo a caverna?

    ResponderExcluir
  12. Anônimo disse...
    vê se faz ulguma coisa util...

    17 de agosto de 2009 12:24

    Vê se aprende a escrever direito

    ResponderExcluir
  13. Obrigada... Ajudou muito em nosso trab de filosofia... Poderia ter sido mais claro, mas mesmo assim... THANKX!

    Carol e Mari

    =)

    ResponderExcluir
  14. Muito bom, pelo menos garanti meus pontos em filosofia !..

    ResponderExcluir
  15. O assunto é interessante e embora o texto tenha ficado um pouco superficial, mesmo assim eu gostei.

    ResponderExcluir
  16. qeria saber so um pouco mais mais valeeu ja ajudou bastantee !

    ResponderExcluir
  17. Apesar do texto ser pequeno,porém complexo,me ajudou bastante...Era o que eu procurava...Obrigada!

    ResponderExcluir
  18. ajudou muito fiz um otimo trabalho de filosofia.

    ResponderExcluir
  19. Coisa feia, entram no blog dos outro pra ficar falando besteira nos comentário !! Aff

    ResponderExcluir
  20. PERFEITOOOOOOOOOOOO... Justamente o que eu precisava *-*

    ResponderExcluir
  21. Me ajudou em filosofia

    ResponderExcluir
  22. queria saber um pouco mais iso ja tem no meu livro de filosofia eu ja sei.tenho q apresenta um trabalho falando qual e o meu mito e pq.alguem m ajudaaaaaa!!!!!!!!mas vlw

    ResponderExcluir
  23. professor desative os comentarios anonimos para não ter que ler coisas desagradaveis

    ResponderExcluir
  24. Parabéns por disponibilizar em poucas palavras uma forma de abrir a mente do chamado ser racional(o humano), continue com esse belo trabalho...

    ResponderExcluir

Entrem em contato comigo!

danilosvagera@hotmail.com

Contador