Caixa de dicas

Para navegar na "Escola Filosófica" escolha um assunto na barra lateral direita e acesse os conteúdos presentes. No caso de atuais alunos, os trabalhos requeridos em sala de aula estarão contidos em "exercícios" - vocês encontrarão possíveis dicas em matérias.

A "Escola Filosófica" está ON novamente!!

A voz do povo é a voz da... contradição?


Lembro-me que, certa vez, alguém me disse que a contradição está na essência do nosso país. Sempre tive, cá comigo (nada mais mineiro que tal expressão!), uma aversão da tal contradição. Oras, quando a lógica passa a admitir contradições, quando a razão passa a admitir a irracionalidade, algo de estranho está acontecendo. E, desde então, penso na imaterialidade da matéria, na dissolução da solução e na contradição como essência - e faz-me lembrar os gregos e sua não-contradição. Os gregos... Ah, os gregos! 

Segue abaixo um poeminha muito bom, publicado pelo Newton, sobre mais uma contradição que, desde criança, sempre me coloquei à perguntar: seria a voz do povo a voz de deus? Qual deus? Ou seria Deus? 

Provérbio Revisto - Newton de Lucca


"A voz do povo

é a voz de Deus...
Que povo?
Que Deus?

O que beijou Stálin?

O que delirou com Hitler?
Ou o que soltou Barrabás?
(Será que Deus já não teria se
enforcado em suas próprias cordas vocais?)"

Boas reflexões, meus nobres! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entrem em contato comigo!

danilosvagera@hotmail.com

Contador